Tratamento de Depressão na Clínica de Longevidade

Na Clínica de Longevidade a primeira fase do tratamento é a informação:

A nível bioquímico, a depressão cursa com baixa nos níveis de serotonina. É por isso que grande parte dos medicamentos antidepressivos tem como principal mecanismo de ação a inibição da receptação da serotonina. Isso significa que essas drogas mantém o pouco de serotonina que é produzido mais tempo fazendo seu efeito no cérebro, podendo resultar numa melhora da depressão.

Esse efeito não se sustenta pois as drogas não atuam na causa, ou seja, o motivo pelo qual a serotonina diminuiu. Dessa forma, se você parar o medicamento, se a causa não foi corrigida, os sintomas retornam.   Em outros casos, as causas são mais profundas, fazendo com que a terapia medicamentosa não consiga melhorar os sintomas da depressão.

E afinal, quais são as causas da depressão?

Como qualquer adoecimento que ocorra no ser humano, podemos encontrar causas nos níveis físico, emocional/mental e também espiritual.

No nível físico, o desequilíbrio da flora intestinal, a falta de movimento, a desnutrição e intoxicação do corpo, por alterarem as funções fisiológicas, podem servir de campos de interferência geradores de qualquer doença física ou mental. O Hipotireoidismo e o uso de anticoncepcional tem relação mais estreita com a depressão. É necessário excluir a pílula, diagnosticar e tratar apropriadamente o hipotireoidismo.

Sendo os fatores físicos relacionados à qualquer tipo de doenças, eles, sozinhos, também não explicam o adoecimento em si. Portanto, as causas da depressão também podem ser compreendidas nos níveis emocional/mental e espiritual.

No níveis emocional e mental, a forma com que você enxerga o mundo, se relaciona com os outros e consigo mesmo e também os traumas que sofre na vida podem te desestabilizar, gerando assim a depressão.  O autoconhecimento, controle dos pensamentos e emoções também são ferramentas terapêuticas da Clínica de Longevidade que podem ser aprendidas no Projeto Rejuvenescer e assistência personalizada.

O nível espiritual é mais subjetivo, mas podemos entender que o não alinhamento com o propósito de vida faz com que percamos a motivação de viver. Assim, se faz necessário encontrar esse propósito. Isso também é possível através do projeto rejuvenescer e assistência personalizada.

E agora, como tratar?

Como vê, a Clínica de Longevidade oferece opções específicas para cada nível. Contudo, na prática, recomendamos sempre começar com o nível físico. Afinal, o nível físico é o mais grosseiro e se está desequilibrado, tem maior capacidade de comprometer todo o resto.
É preciso fazer uma faxina, otimizando o funcionamento do corpo humano, reduzindo as toxinas acumuladas e permitindo que os nutrientes adquiridos a partir da alimentação sejam transformados, dentro das células, em substâncias que mantenham o bom funcionamento de todo o sistema.

Você sozinho/a já pode iniciar atividade física e alongamentos bem como pesquisar e incluir na sua alimentação diária alimentos ricos em L-triptofano, aminoácido precursor da serotonina.

Contudo se você já faz isso ou não tem energia para fazer sozinho/a, posso te ajudar com os seguintes serviços:
– Kit de desintoxicação com suco de grama de trigo.  (Disponível no Rio de Janeiro e Niterói)
Este kit é um ponto de partida que preparamos para iniciar o processo de desintoxicação e nutrição celular.

– Assistência personalizada da Clínica de Longevidade
Se você tem dúvidas ou quer definir metas para seu tratamento comigo, pode solicitar uma assistência online.   Esta assistência não substitui uma consulta médica mas poderá me ajudar a definir como será a consulta, assim, não perdemos tempo.

– Consulta de Clínica de Longevidade:
Esta sim é a primeira consulta médica; nela haverá:

Solicitação de exames de sangue e urina para detecção de desequilíbrios hormonais, marcadores auto-imunes e inflamatórios, além de deficiência nutricional e sobrecarga de metais tóxicos.

Prescrição de suplementos e fitoterápicos que tem efeito no tratamento da depressão.

As seguintes terapias, quando indicadas, principalmente em casos mais difíceis, podem proporcionar um efeito mais rápido.  (é claro, nunca poderei prometer que isso vai acontecer)

Nutrição endovenosa: soro com vitaminas, minerais e aminoácidos todos os ingredientes necessários para a produção da serotonina direto na corrente sanguínea.

Terapia Neural: Terapia antiga capaz de desbloquear memórias que mantém uma informação para a manutenção da depressão.

– Projeto Rejuvenescer – Para o corpo e alma:

Todo início de mês, no Spa Maria Bonita, acontece o projeto de imersão nos conceitos da Clínica de Longevidade, onde os participantes poderão aprender mais sobre os mecanismos de funcionamento do corpo humano, adquirir confiança para assumirem a responsabilidade pela sua própria saúde e também aprenderem práticas indispensáveis para manter a regeneração celular.

Aqui eu atualizo as informações sobre o projeto com o Spa.

É muita coisa não é?

Vai ai a minha sugestão:
Responda o questionário e após, solicite uma assistência online. Assim poderemos definir os próximos passos.

Na verdade, eu sempre vou indicar o nosso kit de desintoxicação como uma estratégia básica da Clínica. Então, se você mora no Rio, você pode responder o questionário, pedir o kit e após, repetir o questionário para ver se algo mudou. Assim, nosso primeiro contato será ainda mais refinado.

Quinzenalmente aos domingos pela manhã, eu faço no Jardim Botânico um encontro gratuito. Se ainda está em dúvida sobre os conceitos da clínica, esta é uma boa oportunidade para nos conhecermos. Os encontros são divulgados através do Grupo de Whatsapp (21971540403) e também no facebook da Clínica de Longevidade.

Até lá

Se gostou, compartilhe!! 🙂

Entendendo o Diabetes

Uma das grandes mentiras que nos contaram é que diabetes não tem cura. Se entendermos os desequilíbrios por trás do diabetes e os corrigirmos a tempo, pode ser que o diabetes melhore. Vou, aqui, explicar, de forma bem simples, o mecanismo de adoecimento dessa enfermidade que está atingindo pessoas cada vez mais jovens.

O problema do diabetes é a glicose estar alta no sangue. Os tratamentos medicamentosos para diabetes visam abaixar os níveis da glicose e, por isso utilizam, os seguintes mecanismos básicos:

  1. Diminuir a resistência da insulina nas células. Isso é feito pela metformina (Glifage)
  2.  Aumentar a produção de insulina no pâncreas (glimepirida, glibenclamida)
  3. Quando o pâncreas não aguenta mais produzir insulina, é hora, então, de aplicar esse hormônio.

A diferença do diabetes do tipo I para o tipo 2 é que, no primeiro tipo, ocorre a destruição do pâncreas através da produção de auto anticorpos. Geralmente, a doença inicia-se na infância ou adolescência. Já no diabetes do tipo 2, a principal causa é uma resistência das células do corpo à glicose. Nesse caso, a disfunção pancreática é consequência de uma hiperfunção do pâncreas em resposta à resistência insulínica periférica. Aliás, a dosagem da insulina no sangue é um excelente parâmetro para detectarmos um estado pré-diabético e, portanto, evitar a progressão da doença. Lutar contra os mecanismos biorregulátórios com o uso de drogas sintéticas é a fórmula para se criar as doenças incuráveis.

Na medicina funcional, busco entender o que o corpo precisa para voltar a metabolizar a glicose apropriadamente.

A célula não quer glicose pelos seguintes motivos:

  1. A célula já está cheia de glicose. Muito comum, já que a base na nossa dieta é carboidratos.
  2. A célula não precisa de tanta energia. O sedentarismo é um dos responsáveis pela baixa do metabolismo.
  3. A célula não tem os nutrientes necessários para suas reações químicas.

Os alimentos industrializados possuem energia, mas são pobres em nutrientes como vitaminas e minerais.

Podemos, então, constatar que o problema do diabetes, na verdade, é uma dificuldade da célula em produzir energia.

A estrutura celular responsável por produzir energia para a célula se chama mitocôndria. Somos uma máquina de produzir energia e a disfunção mitocondrial é a base para o adoecimento em nível celular.

As terapias ortomoleculares têm muitos recursos para otimizar as funções mitocondriais. Alguns suplementos importantes podem ser encontrados nas lojas de suplementos no país ou fora do Brasil. Vitaminas do complexo B, magnésio, L-carnitina, D-ribose são alguns suplementos que podem ajudar na disfunção mitocondrial.

No post “De repente, diabetes“, falarei sobre o “diabetes emocional” e fatores desencadeantes do diabetes (triggers).