IV nutrition com Magnésio

A deficiência de magnésio é alta na população, isso torna este nutriente componente essencial da terapia. A dosagem do magnésio sanguíneo não é um parâmentro fidedigno das concentrações de magnésio intra-celulares, Não sendo necessária para a reposição deste micronutriente. A melhora clínica do paciente com a continuidade do tratamento é a principal prova da eficácia da terapia.

A terapia endovenosa com magnésio é mais eficaz que a suplementação oral ou intramuscular para a correção dos níveis intracelulares deste nutriente. (8) Por exemplo, nas células cardíacas, a concentração do magnésio é 10 vezes maior que a concentração no plasma sanguíneo. Este razão é mantida nas células sadias por uma bomba que transporta ativamente os íons de magnésio para dentro das células do miocárdio.  Em algumas doenças, a capacidade de manter esta bomba na membrana celular está comprometida.  Um estudo mostrou que a concentração de magnésio na célula do miocárdio era 65% menor em pacientes com insuficiência cardíaca que em pessoas normais (7).  O magnésio é essencial para a produção de energia da célula e sua deficiência intracelular vai piorar a insuficiência cardíaca, levando a um ciclo vicioso com mais perda de magnésio e agravamento da doença.

A administração endovenosa de magnésio, por produzir um marcado, porém transitório, aumento da concentração de magnésio sanguíneo, ao inundar as células com o nutriente, pode facilitar o transporte do íon para dentro das células, tornando um efeito acumulativo. De fato, vários estudos relatam a melhora clínica de pacientes com o uso de magnésio.

Como a deficiência deste mineral ocasiona espasmos musculares, o magnésio é também útil para o tratamento de asma (espasmos dos brônquios), hipertensão (espasmos ou contração das artérias) cólicas menstruais (contração do útero) e enxaquecas (espasmos vasculares).  A administração endovenosa de magnésio também é eficaz no tratamento de depressão, fadiga e dores crônicas como fibromialgia.

Existem muitos estudos científicos que respaldam o uso do magnésio parenteral. Abaixo eu listo alguns deles que utilizei, inclusive, para a produção deste artigo.

  • 1- Malkiel-Shapiro B. Parenteral magnesium sulphate therapy in coronary heart disease. Med Proc 1956; 2: 455-62.
  • 2-Agranat AL. Parenteral magnesium sulphate in the treatment of angina pectoris. Med Proc 1958; 4: 67-76.
  • 3- Okayama H, Aikawa T, Okayama M, et al. Bronchodilating effect of intravenous magnesium sulfate in bronchial asthma. JAMA 1987;257:1076-1078.
  • 4- Demirkaya S, Vural O, Dora B, Topcuoglu MA. Efficacy of intravenous magnesium sulfate in the treatment of acute migraine attacks. Headache 2001;41:171-177.
  • 5- Clague JE, Edwards RH, Jackson MJ. Intravenous magnesium loading in chronic fatigue syndrome. Lancet 1992;340:124-125.
  • 6- Shealy CN, Cady RK, Veehoff D, et al. Magnesium deficiency in depression and chronic pain. Magnes Trace Elem 1990;9:333
  • 7- Frustaci A, Caldarulo M, Schiavoni G, et al. Myocardial magnesium content, histology, and antiarrhythmic response to magnesium infusion. Lancet 1987;2:1019.
  • 8- Allan R Gaby MD. Intravenous nutrient Therapy. The Myer’s cocktail. Alt. Med Review. 2002; 7, 5: 389-403.

2 comentários sobre “IV nutrition com Magnésio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s