Os benefícios da respiração consciente

Enquanto você lê esse texto, perceba, simultaneamente, a sua respiração.

Com o tempo, a prática desse simples exercício de respiração consciente proporciona

– atenção para o momento presente.
– o alivio do estresse
– sabedoria na tomada de decisões.
– auxílio no auto-conhecimento e controle das emoções.

Está prestes a fazer alguma besteira? Pare, respire e conte até 10. Isso impede atitudes impulsivas. Certamente você já deu ou ouviu essa orientação.

Passamos grande parte das nossas vidas no piloto automático. Isso significa que pensamos e sentimos da mesma forma e tomamos as mesmas decisões diante dos mesmo acontecimentos. E, claro, temos sempre as mesmas respostas.

Se há algum culpado nisso tudo é esse tal de piloto automático que foi quase todo programado lá na infância. Ele determina os nossos hábitos, nossos pensamentos, as emoções que sentimos e inclusive as nossas crenças.

O problema é que todos nós (com exceção dos santos, que eu não estabeleci critérios para identificar)  estamos com defeitos nessa programação. A graça da vida está em corrigir esses defeitos. O surgimento dos sintomas e doenças representam, também, um caminho para nos corrigirmos.

E o que tem a respiração a ver com isso tudo?

Ela é uma grande ferramenta de consciência. A respiração consciente nos tira do piloto automático, nos auxilia na análise de emoções e pensamentos prejudiciais à nossa saúde.

Como funciona esse exercício?

Lembre-se sempre de que está respirando, desenvolva essa segunda atenção integrada a qualquer movimento que esteja fazendo. Enquanto lê esse texto, ao tomar banho, no trabalho, nos relacionamentos. Sempre.

Você vai ver que não é nada fácil! Depois de meses de prática, estou cerca de 50% do meu dia consciente da minha respiração e isso já faz muita diferença na minha vida.

Gostou da dica? Siga  meu blog e também Compartilhe!!

Eu adoro interagir e ficaria feliz de ouvir a experiência dos leitores e suas opiniões sobre meus textos. Não tenham vergonha, comentem 🙂

 

4 comentários sobre “Os benefícios da respiração consciente

  1. Gostei da ideia. Eu não controlo a respiração mas uso afirmações positivas diariamente.

    Exemplo: Amo meu trabalho. Sou grato por todo meu conhecimento. Sou grato pela minha família.

    Essas firmações me ajudam a ser grato pelo que já tenho e sentir prazer nas coisas boas do meu dia-a-dia ao invés de ficar focado em aquisições futuras ou coisas do passado.

    São como se fosse mantras.

    Abraço!!

    • Muito legal Henrique!! 🙂
      O seu exercício também é muito válido! E esse é o papel da ferramenta mente!! Você através da mente repete frases positivas, cultivando uma emoção posivita (muito importante) e com a repetição, essa informação vai pro seu sistema de crenças.. Crenças positivas nos mantem saudáveis.

      Isso explica também sua dúvida sobre a cura espontânea. Quando adoecemos, sentimos medo. Uma terrível emoção que alimenta informação negativa de tal forma que os pensamento de “eu quero me curar” não conseguem estar alinhado com uma emoção positiva!! E assim são só palavras sem poder.

      Por isso o autoconhecimento é importante, é a única forma de conseguirmos parar de nos identificar com padrões deletérios do nosso inconsciente e que nos trazem adoecimento!!

      Eu pesquiso terapias que nos ajudam nisso.
      Yoga ajuda, mas não é essa comercial de academia. A terapia de Renascimento, é uma formatação ocidental de ensinamentos indianos com base na respiração. Simplesmebte incrível!
      A terapia neural, uma terapia do inicio do século passado que utilizo na minha prática também tem excelentes resultados quando o terapeuta atinge esse nível de compreensão.

      Quanto a respiração consciente, ela tem um um objeto distinto dos mantras.

      Pensamos nos mantras como uma forma de reprogramar o nosso piloto automático. Já a respiração consciente é uma maneira de cada vez menos precisarmos do piloto automático.
      São técnicas de segunda atenção, formas de nos ancorarmos ao presente momento. A único momento real.

      Pois, se estamos pensando na morte da Bezerra, não estamos vivendo o presente. Uma segunda atenção constante no nosso corpo nos lembra de que estamos aqui e agora e isso nos dá melhor condições de observar e reconhecer nossos padrões deletérios de emoção e pensamento.

      Então, se você começa a ter consciência dos seus padrões deletérios e aprende a muda-los, a técnica de repetição de frases positivas vai estar alinhada a emoções positivas e portanto terão melhores resultados.

      Existem mil técnicas. E esse conhecimento se mostra evidente ao longo da história da humanidade … As próprias orações das religiões seguem essa mesma linha de raciocínio!! Rezar o terço ou um mantra ou uma sequência numérica ou uma frase positiva, os cânticos de rituais indígenas ou até as palavras mágicas ou de feitiçaria das bruxas (haha ) cada um com suas peculiaridades, mas o principio é o mesmo.

      Augusto Cury, também médico, escreveu livros legais sobre as interações entre emoção e pensamento e a nossa percepção da realidade. Acho que ele traduziu de uma forma bem inteligível para os tempos atuais os mesmo conhecimento filosófico que estudo no Saivismo da Caxemira.

      Recomento o livro dele de título Ansiedade. Fácil leitura e uma boa opção de presente pra despertar as pessoas. 😉

  2. Num sei se vai concordar, mas eu vejo assim: Estando presente você consegue brigar consigo mesmo e mudar o rumo das ações. Suas emoções e crenças pedem uma coisa, e você faz outra porque está presente.

    Essa falta de alinhamento entre crenças e ações faz você adoecer. Toda vez que você quer uma coisa e não faz está matando você mesmo, aprisionando a sua personalidade.

    Então a respiração consciente não deveria ser usada para reduzir o piloto automático, e sim para adaptá-lo e deixar mais forte com crenças positivas. Essas e a respiração consciente me parecem ser portanto duas ferramentas complementares.

    A propósito o piloto automático nunca poderá ser extinguido, apenas 5% da realidade é consciente – isso pra quem é super consciente, pessoas normais vivem com 1% da realidade consciente – os outros 95% ou mais são do piloto automático, conforme comprovaram pesquisas.

    Vou adicionar esse livro do Augusto aos meus estudos! Geralmente pra despertar as pessoas tenho presenteado com O Poder do Agora do líder espiritual Eckhart Tolle.

    Abraço e obrigado pelos ensinamentos!!

    • A gente está evoluindo no conhecimento, isso traz mais complexidade, o que faz com que a gente tenha que atribuir melhor significado aos termos. Quando a gente acha que chegou em algum lugar, vemos que temos mais escadas a subir…

      Primeira consideração:
      EU ESCREVI:
      Pensamos nos mantras como uma forma de reprogramar o nosso piloto automático. Já a respiração consciente é uma maneira de cada vez menos precisarmos do piloto automático.
      São técnicas de segunda atenção, formas de nos ancorarmos ao presente momento. A único momento real.
      Então, se você começa a ter consciência dos seus padrões deletérios e aprende a muda-los, a técnica de repetição de frases positivas vai estar alinhada a emoções positivas e portanto terão melhores resultados.

      VOCE ESCREVEU:
      Então a respiração consciente não deveria ser usada para reduzir o piloto automático, e sim para adaptá-lo e deixar mais forte com crenças positivas. Essas e a respiração consciente me parecem ser portanto duas ferramentas complementares.

      Eu concordo. Essa é a primeira etapa. Mas não é o fim. Ter consciência que nós não somos a mente e nos disciplinarmos com pensamentos positivos, não permitindo que nossas atitudes sejam guiadas por emoções e pensamentos negativos é só o primeiro despertar. Mas muito ainda tem pela frente até compreendermos a realidade das coisas e, na realidade das coisas, o piloto automático deixa de existir, pois não há mais separação entre você e as coisas. Isso que eu quero dizer com cada vez menos precisar do piloto automático (entende-se por piloto automático, o EGO, que pode ser programado de forma positiva ou negativa… 🙂 Mas é claro, você está certo. Nós, agora, temos consciência de bem pouquinho da realidade. Estar presente, no aqui e agora, (tempo e espaço), inclusive, não é a última realidade, é só o ponto de partida. Eckhart Tolle certamente sabe disso, mas, cada coisa no seu tempo. Isso já é informação demais para gente processar! haha

      Segunda Consideração:

      VOCE ESCREVEU:
      Num sei se vai concordar, mas eu vejo assim: Estando presente você consegue brigar consigo mesmo e mudar o rumo das ações. Suas emoções e crenças pedem uma coisa, e você faz outra porque está presente.
      Essa falta de alinhamento entre crenças e ações faz você adoecer. Toda vez que você quer uma coisa e não faz está matando você mesmo, aprisionando a sua personalidade.

      Eu posso ter tido a impressão errada, mas, como eu, outras pessoas também podem ter. Me pareceu que você quis dizer que temos que seguir nossos desejos senão adoecemos.

      Concordo que toda vez que não satisfazemos um desejo, adoecemos. Esse é um princípio da Ayurveda, a Medicina Tradicional Indiana, que diz que a base do adoecimento está no desejo não realizado. (Svoboda: Life, health and logenvity)

      Mas você mesmo pode perceber que essa afirmação é perigosa. Pois, poderia legitimar má conduta e crimes sob o pretexto de que temos que seguir nossos desejos para nos mantermos saudáveis. Isso seria um caos social!

      Para tanto, é muito importante fazermos a distinção do desejo! Pois se pararmos por aqui, pode fica perigoso pra quem não tem valores morais sólidos.

      Existem dois tipos de desejos. (Abdrusschin, Im Lichte Der Wahrheit)
      Um mais grosseiro, que vem do corpo-instinto-sentimento e que, nós, através do raciocínio, julgamos acatar ou não.
      Esse julgamento tem como base nossos valores morais. (meu outro post de título a arte de não julgar é uma introdução a isso)
      Talvez essa seja a briga pela qual se refere, entre seus valores e os instintos. Mas tudo isso ainda faz parte do EGO, e portanto, passível de erros e sujeito as leis de responsabilidade pelo que você pensa e age. Portanto, se você satisfaz esse tipo de desejo, e isso for ruim pra alguém, isso vai se voltar contra você e pode ser também sobre a forma de adoecimento. Se você não satisfaz e não supera, você também entra numa ilusão que faz seu corpo adoecer. Não tem saída. se correr o bicho pega, se ficar o bicho come. kkkk

      O outro desejo é intuitivo. É um desejo que vem do espírito. Também chamado de desejo não-dual. Se você não segue esse desejo, você também adoece precocemente.

      O Grande problema é conseguir diferenciar um do outro! esse é o caminho espiritual. Desenvolver a intuição, para que ela, que é nosso acesso à realidade absoluta, guie nossos pensamentos, emoções e atitudes. E não que deixemos que nossos pensamentos, emoções e atitudes sejam guiados pelo piloto automático que está sujeito a todo o tipo de condicionamento.

      Eu sugiro a leitura desse ansiedade de Augusto Cury para alguém preso no raciocínio. Só depois o Eckhart Tolle.
      O Augusto Cury é mais material, seria legal se você ler caso estude psicologia, como uma ferramenta de trabalho. Ele chama o espiritual de EU MAIOR… Perceba que os nomes mudam de acordo com o público que você queira atingir. Mas a essência se mantém.

      Estou adorando Evoluir esse tema com você! Mas acho que o assunto está ficando por demais filosófico. Se você quiser continuar a desenvolver essa idéia comigo, podemos fazer isso no meu outro blog, que é mais apropriado que este. Lá posso te dar melhor as referências do que eu ando lendo! Me fala no inbox do facebook que te dou o acesso e você escreve por lá 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s