Anticoncepcional não é tratamento para doenças femininas

Vejo muita desinformação a respeito das doenças da mulher.  Infelizmente, a ginecologia convencional  tem poucos recursos terapêuticos para a Síndrome de ovários policísticos, endometriose, miomatose uterina e outras doenças da área da ginecologia (geralmente as soluções mais comuns são:  anticoncepcional, retirada do útero ou esperar até a menopausa chegar).  O que eu vou compartilhar, hoje, é a minha opnião, baseada nos meus estudos e observações na minha prática clínica. Certamente vai ajudar quem tiver interessada em aprender.

Anticoncepcional não é tratamento para doença ginecológica alguma.

Ele simplesmente mascara os sintomas. Ou seja, quem não sente os efeitos colaterais da droga, percebe um alivio dos sintomas menstruais, mas se parar de usar a pílula, volta tudo novamente. Isso para mim não é tratamento. É controle de sintomas. 

  • Sindrome do Ovário Policistico é uma doença metabólica e, na maioria das pessoas, o principal problema é nutricional. SOP está relacionada com resistência insulínica, pela dieta cheia de carboidratos que todo mundo come hoje em dia. E também pela carência de iodo, motivo pelo qual é comum a associação de SOP com hipotireoidismo.
  • A associação entre SOP e hipotireoidismo ocorre porque eles têm uma mesma síndrome funcional associada: a  predominância estrogênica.   Esse desequilíbrio hormonal entre progesterona e estrogênio é  comum no nosso meio e ocorre pela intoxicação ambiental a que estamos expostos.  (derivados de soja, hormônios em frangos, xenoestrógenos presentes em cosméticos, plásticos e agrotóxicos são chamados de disruptores endócrinos por quem entende do assunto)
  • Estrogênio elevado dificulta a absorção de iodo pelo corpo. Advinhe quais os outros órgãos que mais utilizam iodo além da tireóide??? MAMAS e OVÁRIOS. Carência de iodo pode estar relacionada a nódulos e/ou cistos nas mamas, ovários e também na tireóide.
  • Apesar desse caos ambiental em que vivemos, quem regula todo o eixo endócrino é o nosso cérebro, através das glândulas hipotálamo e hipófise. Essas duas para decidirem a quantidade de hormônios que vamos produzir, levam em consideração não só os fatores ambientais que eu já falei acima, mas também sofrem influencias de ondas eletromagnéticas e luz, emoções e pensamentos…

Razão pela qual estresse e traumas psicológicos interferem no ciclo menstrual de muita mulher.

A pílula anticoncepcional faz o que? Entope a mulher de hormônio sintético fazendo com que o eixo hipotálamo-hipófise pare de funcionar normalmente. Assim, a mulher não ovula. Quem não ovula não produz progesterona suficiente. Isso piora a predominância estrogênica que originou todo o desequilíbrio. Ou seja, “tratar” com anticoncepcional é alimentar o próprio problema. É um círculo vicioso.  E, com o passar dos anos, a situação só tende a se agravar.

A menstruação piora, aumenta a TPM e ocorrem sangramentos fora do período. O ginecologista acompanha o problema com o famoso ultrassom transvaginal, até que, finalmente, uma doença venha a ser diagnosticada. Pouco importa também, o tratamento geralmente é o mesmo. Mais anticoncepcional até que, em casos extremos, seja sugerida a retirada do útero.   

Ficou claro que que anticoncepcional não é tratamento? Ele só serve para controle de natalidade. Até pra isso não vale a pena.  Mas aí é outra história e requer uma responsabilidade que nem todas nós ainda temos. Não vou chegar entrar nesse mérito agora. 

Diante de tudo que eu falei, eu sugiro a vocês que, se quiserem se livrar dos seus sintomas de verdade,  comecem a mudar os hábitos de vida. É exatamente esse o tema do meu blog.  

Sugiro que sigam o blog e leiam principalmente os textos com tag menstruação e alimentação onde é possivel encontrar opções de tratamento da medicina funcional (sem pílula). 

Este texto fala sobre como regular o ciclo pela luz, não tem contra-indicações e pode ajudar muita gente.

29 comentários sobre “Anticoncepcional não é tratamento para doenças femininas

  1. Tenho hipotiroidismo e ovário policistico e tomo remédio para a tireoide e também anticoncepcional. O problema é que os sintomas ruins que eu sentia não sumiram totalmente com os remédios, ainda sinto tpm e as vezes cólicas e também muito cansaço e fraqueza. Não sabia dessa relação entre as duas doenças, muito interessante! Gostaria de saber mais sobre tratamentos alternativos para elas, pois não quero depender de remédios para o resto da vida. Para piorar um pouco ainda tenho refluxo e tomo pantoprazol a uns 5 anos e também quero me livrar dele hehe. Obrigada pelas informações!

    • Olá Tais, obrigada pelo seu comentário.
      Os sintomas podem sumir no começo, mas o que eu tenho observado é que com o passar dos anos eles vão piorando.
      Alguns tratamentos alternativos eu falo aqui no blog, sugiro que você leia http://wp.me/p344I3-7U, sobre a sua menstruação e o post de lunacepção http://wp.me/p344I3-9N Eu tenho linkado os posts, quando vou lembrando, para vocês encontrarem o conteúdo enquanto eu não crio o meu site. grande parte dos meus posts podem te auxiliar, pois eu falo do reequilíbrio do corpo… mas nem sempre conseguimos por em prática o que lemos, ainda mais quando estamos intoxicados e cheio de sintomas. Nesse momento é que procuramos ajuda. Como você, que recorreu ao seu médico endocrinologista e ginecologista.
      A medicina funcional oferece inúmeros recursos terapêuticos que irão variar de acordo com as suas individualidades.
      acupuntura, homeopatia são recursos mais acessíveis.
      eu, no meu consultório, utilizo terapias poucos conhecidas no Brasil, como a terapia neural, com bons resultados. Suplementação de nutrientes para a tireóide também reduzem a necessidade do T4 (também tenho um post sobre hipotireoidismo). Agora, o anticoncepcional, como eu explico no texto, mais atrapalha que ajuda.
      no post de alimentação falo do limão, como uma alternativa ao uso do pantoprazol. 🙂

      É importante que você tenha como prioridade a manutenção da sua saúde, sempre visando a redução dos medicamentos. Isso só se consegue com muita dedicação e estudo. Eu não consigo encontrar nada mais importante que isso. Pode ser que você precise da ajuda de um profissional, mas nunca deixe de estudar, pois só assim que você terá capacidade para discernir quem realmente pode te ajudar!

      bjsss

      • Ei Suellen, obrigada pela resposta! Vou ler os textos que você linkou. Estou pensando em fazer acupuntura pois acho que vai me ajudar bastante, não só nesses problemas que citei, mas também em outros que tenho como dores na coluna. Obrigada, bjos!

      • Meu caso é o mesmo da moça tenho hipotiriodismo desde 12 anos tomo 200 mg de levotiroxina e ovario policistico mas tentei parar com a pílula e fui inchando e engordando reti líquido o medico disse que ao parar com pílula os microa cistos voltam então minha pergunta é : tento fazer de tudo para emagrecer e não vai exercicio alimentação etc será que a dosagem da pílula pode interferir na dieta? O certo seria parar com a pílula? Qdo parei engordei mesmo em dieta 6 kg acredito que inchaço. .. ficaria imensamente grata se me auxiliasse nao sei mais o que fazer para emagrecer e tenho medo de parar novamente com a pílula e engordar mais ( e estou em evitando carboidrato etc) faço atividade física e parece que nunca mais consegui perder 1 kg me ajude por favor

  2. ola, me chamo Dayane,tenho 22 anos ,sou casada a 2 anos e não tenho filhos. Tenho SOP e já fiz por várias vezes exames e consultas,mas como moro em uma cidade pequena que não tem muitos recursos,meu tratamento não teve muito sucesso. os medicos apenas me receitam selene(anticoncpiconal) mas não vejo melhoras. E é sempre assim. Meus sintomas são,aumento de pêlo,obesidade e falta de menstruação. Pelo amor de Deus,busco por ajuda. Gostaria de saber quais os melhores remedios anticocpionais para pesquisar e convrsar com os medicos. obg.

  3. Tenho SOP e trato com anticoncepcional e na verdade, antes de iniciar o tratamento, minha ginecologista investigou as porcentagens de hormônio e o funcionamento da minha tireoide. Você afirmou ai no texto que o SOP (e problemas na tireoide) são ocasionados por excesso de estrógeno (e ainda disse que por sermos expostos a esse hormônio constantemente). Me diz então, como eu tenho SOP e não tenho problemas na tireoide? Pior ainda, quando investiguei minha contagem hormonal apresentava justamente baixo estrogênio? Acredito que a nutrição possa ter relação com hormônios no corpo, mas se fosse assim, eu deveria ter estrogênio saindo pelos ouvidos e não uma contagem baixa aos 16 anos (quando foi diagnosticada minha SOP). O anticoncepcional me ajudou muito, não pense que é ignorância minha achar que é uma medicação ótima, mas no meu caso me ajudou com o hirsutismo, amenorreia e ainda limpou minha pele. Só o bem que fez a minha autoestima já foi importantíssimo. Acho que para algumas pessoas, é importante entender a relação dos riscos que o uso indiscriminado e sem acompanhamento dos anticoncepcionais traz, mas outras pessoas vivem muito melhor quando utilizam o anticoncepcional certo.

  4. Bom dia ! Gostaria de saber o anticoncepsional não ajuda no tratamento de Endimetriose ?
    Eu fiz cirugiapara retirar cisto no ovario esquerdo e no direito o ano passado estou com aderencias no utero ,ovario trompas e no reto a medica me disse que não tem tratamento para descongelar a Endometriose para retirar tudo o unico tratamento entrar na menopausa .
    Você pode me explicar e si tem tratamento e qual ?

  5. Olá, gostei da publicação. Eu usei anticoncepcional oral por 3 anos, minha única reclamação era diminuição da líbido. Então fiz exames, a médica optou por reposição de testosterona em gel, melhorou um pouco. Um tempo depois, mesmos sintomas, troquei de médica e me orientou parar a pílula. Entrei em pânico… Mas aceitei. Eu melhorei em 100%, meu marido percebeu muitas melhoras. Mas quando fiz o usg: SOP. E uma outra médica prescreveu Diane 35 e metformina. Não queria voltar a tomar pílula, mas ela nem me deixou falar… Agora vou passar com a endocrinologista na esperança de ficar sem a pílula. Meu marido relutou um pouco ao usar a camisinha, mas a melhora de ficar sem a pílula é tão boa que ele mudou de opinião.

  6. Olá! Muito interessante o que você fala e faz todo sentido! Tenho 43 anos. Menstruei aos 10 anos. Diagnóstico de SOP desde sempre. Menstruação mega abundante. Engravidei a primeira vez aos 34 anos com facilidade apesar dos infinitos anos de uso de anticoncepcionais. Antes do segundo filho tive diagnóstico de tiereoidite de Hashimoto. Passei a usar t4 e como não conseguia engravidar usei também glibencamida. Fiquei diabética durante a gravidez. Dois anos depois do nascimento do segundo filho estou com vários miomas no útero e hipertensa. Hoje estou vivendo várias TPM’s no mês pois estou fazendo uso de anticoncepcional sem interrupção para amenizar o sangramento. Eu sou prova viva do mal que os anticoncepcionais podem provocar. Nunca pensei que enfim fosse encontrar essa informação de que o anticoncepcional não é tratamento. Estou feliz por encontrar essa informação e ao mesmo tempo triste pois não sei onde posso encontrar um profissional que me ajude. Quem seria esse profissional? Nutricionista? Médico ortomolecular? Por favor, ajude-me!

  7. Olá, tenho sop e sofro muito com os sintomas ( pelos no rosto, espinhas, menstruação desregulada,etc) sempre que fico sem tomar diante 35. Ultimamente não tenho conseguido prosseguir com o diane pois me dá náuseas muito fortes. Existe algum outro tratamento eficaz contra esses sintomas?

  8. Olá. Tenho ovários polissisticos e meu principal sintoma são as espinhas e a cada capilar. Meu ciclo é ótimo e engravidei com total facilidade da minha filha.
    Bem a questão é que me tornei contrária ao anticoncepcional após perceber o quanto ele me fazia mal. Sem contar com a quantidade de informação que temos vemos os problemas que ele pode causar.
    Não cedi ao médico que queria que eu tomasse para melhorar minha pele. Mas gostaria de sugestões para resolver esse problema.
    Obrigada

  9. Olá. Tenho 22 anos e descobri a SOP há uns 4 meses, por causa da acne. Estou há 5 meses sem usar anticoncepcional (o último que usei foi o adesivo Evra), mas, embora eu e meu esposo estejamos tentando desde então, não consigo engravidar. Minhas taxas de glicose, testosterona e insulina estão normais, segundo a ginecologista, mas ela apontou um aumento do Tsh (3,2 mcUl/ml), e disse que eu estou com hipotireoidismo subclinico.
    Ela passou pra eu tomar Solução de Lugou 5%, T3 e T4, mas eu só estou tomando o iodo (Solução de Lugol), porque tenho medo dos efeitos colaterais dos hormônios artificiais…

    Eu preferia um tratamento natural. Por outro lado, muitas pessoas estão me dizendo que se eu não usar remédios não terei resultados e não conseguirei engravidar…

    Tenho pedido direção a Deus quanto à forma de proceder, e peço sua ajuda e orientação. Você faz consultas e indica tratamentos? Aguardo resposta. 🙂

    Atenciosamente

    • Olá Joyce.

      Criei a Clínica de Longevidade a partir das minhas pesquisas em medicina e demais áreas de conhecimento. O objetivo é promover mudanças de hábitos e implementar condutas sustentáveis capazes de melhorar sua capacidade bioadaptativa. Em outras palavras, evoluir com qualidade de vida. Cura de doenças, fertilidade ou qualquer outra referência de saúde é consequência dessa evolução e de que estamos no caminho certo.

      A eficácia dessas condutas é mensurada a partir das metas pessoais que nós estabelecemos em um Coaching online para condutas não-médicas, grupo de estudos, Imersão de 4 dias ou consulta médica, tudo isso no Rio de Janeiro.

      Se nada disso ainda é viável para você.
      Sugiro a leitura do livro: Lugar de médico é na cozinha de Alberto Peribanez Gonzalez. Como uma referência em alimentação que você pode se aprofundar para alcançar seu objetivo.

      Att, Dra Suellen Vieira Araujo

  10. Sofro com enxaqueca qdo acaba a cartela de anticoncepcional e vai até o início da próxima cartela, ja tomei antidepressivos e agora me foi pedido pelo médico a não usar mais o anticoncepcional, mas tenho SOP e logo as espinhas começarão a surgir, o que fazer?

  11. oi, faço tratamento para ovário microspolicistico com pilula, porem queria parar, como faço então p tratar, pq me da hipoglicemia?

  12. Olá, tenho ovários policisticos e minha ginecologista passou como tratamento o anticoncepcional Nike, porém queria muito uma outra opção de tratamento porque usei este método por muitos anos e só quando parei percebi o mal q ele me fez como perda da libido, dores muito forte na cabeça e diariamente, estresse, uma dor muito forte no peito e falta de ar. Quando parei melhorei em 99%, comecei à tomar à dez dias e todos os sintomas retornaram. O que fasso? Preciso muito de uma resposta.

    • Olá Elisa, tenho cisto no ovário e passo pela mesma situação, tomo Level por mais de 3 anos e venho observando o mal que vem me causando, passei por dois médicos diferentes em um mês e nenhum dos dois quiseram suspender a medicação mesmo relatando meus transtornos e sintomas, recentemente parei por conta própria mesmo morrendo de medo que saia mais cistos ou os sintomas de uma tpm bem forte, mas os sintomas do AC estavam passando dos limites, sem contar que foi receitado sem qualquer tipo de exame para detectar se sou apta para o uso. Enfim, boa sorte pra vc.

  13. Ola, Boa tarde, tenho cisto no ovário direito e venho utilizando anticoncepcional ( Level ) a mais de 3 anos, os sintomas menstruais somem quando estou usando, entretanto os efeitos colaterais do remédio me consomem cada vez mais, tenho transtorno de ansiedade e síndrome do pânico, então o uso do AC eleva ainda mais meus níveis de ansiedade, sinto muito muita fraqueza e falta de vontade de fazer tudo o que amo, já tentei varias vezes parar o uso do AC mas os sintomas menstruais são muito fortes e acabo voltando, passei por 2 médicos diferentes em Janeiro e nenhum dos dois deram importância as minhas queixas e mandaram continuar utilizando, sendo que a cada dia que passa os sintomas pioram, não sei mais o que fazer, não quero mais continuar tomando essa bomba relógio, não sei mais a quem recorrer e estou desesperada, tenho medo de parar e o cisto evoluir ou aparecer mais cistos, me ajudem por favor !!!!!!!!???????

  14. Também tenho ovários polissisticos, a ginecologista prescreveu o Nike. Mas sinto cólicas e uma melancolía, estou muito sensível. Quero parar te tomar, pois pelo que entendi o anticoncepcional apenas mascara e não trata . Obrigada pela explicação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s