Dicas para um sono tranquilo

Em, “a importância de um sono saudável”, expliquei as razões para um sono tranquilo e os motivos pelos quais não devemos recorrer a remédios controlados para dormir.

Uma noite de sono adequada é muito difícil de ser alcançada com a vida que levamos. No entanto, se fôssemos em busca do ideal, para uma boa noite de sono, teríamos de seguir os seguintes preceitos:

Dormir cedo, de preferência antes das 23h. Isso aumenta a produção do hormônio de crescimento.

  • Pegar no sono com facilidade;
  • Não acordar à noite para urinar;
  • Acordar de manhã com a luz natural sem a necessidade de despertador;
  • Sentir-se cheio de energia ao acordar;
  • Lembrar-se dos sonhos;

Assustado? Quase ninguém consegue ter uma noite de sono assim, não é mesmo?  No entanto, é importante que reconheçamos esses parâmetros para observarmos as alterações no cotidiano, buscando a retomada do equilíbrio a cada noite. É claro que, muitas vezes, nosso estilo de vida nos impede de conseguir isso. Cada um deve ajeitar-se de acordo com a sua realidade.

O numero de horas dormidas vai variar de acordo com a fase da vida. Os mais jovens precisam de mais sono (8h), enquanto os mais idosos se satisfazem com menos horas dormidas (até 6h). O importante é sentir-se energizado no dia seguinte.

Se você não pega no sono com facilidade por que pensa demais, evite estimulantes à noite. Café, chá verde, coca-cola (refrigerantes são industrializados, então, se você já está acompanhando o blog, não deveria estar consumindo). Evite atividade física à noite ou conversar com o parceiro sobre assuntos preocupantes na cama. Bebidas quentes, como chá de camomila, erva doce ou a própria água quente com um pouco de bicarbonato de sódio (o que eu tomo à noite)  podem ajudar a relaxar.

O ideal é dormir completamente no escuro. As luzes dos aparelhos são uma grande interferência. A pior delas é a luz azul pois suprime a melatonina (hormônio que nos faz adormecer).

NOVIDADE! Estão disponíveis para download gratuito aplicativos que bloqueiam a luz azul dos aparelhos eletrônicos como tablets, computadores e smartphones. Trata-se do Twilight (em ingles). Eles deixam os displays com aspecto amarelado – o que pode causar estranheza no primeiro momento. Mas após alguns minutos logo nos acostumamos e, ao retornar à luz convencional, é muito incômodo. A diferença é surpreendente e percebemos o quão desnecessária é toda essa exposição à luz.

Não durma com celulares embaixo do travesseiro. O preferível é não ter nenhum aparelho que emita ondas eletromagnéticas no quarto. Pouco se fala disso no Brasil, mas essas ondas tem um efeito perturbador na nossa saúde.

Acordar pesado e indisposto pode ser sinal de que o indivíduo está dormindo demais. Geralmente são aquelas pessoas que acordam cedo mas tem preguiça de levantar. Veja se você é um desses e adeque seus padrões de sono.

O que mais se observa nos dias de hoje é uma inversão das coisas, no que tange à exposição à luz. Na sociedade ocidental principalmente, em virtude da rotina de trabalho e diversos fatores socioeconômicos, a maioria da população passa pouca parte do dia ao ar livre, o que as coloca em um estado de deficiência luminosa. Em contrapartida, à noite, ocorre um boom de claridade – justamente quando o ritmo natural do corpo pede que a luz cesse. Em recentes estudos, Dan Pardi constatou que é possível reverter esse quadro expondo-se ao sol pelo menos de 30-60 minutos por dia, por volta do horário do almoço. À noite, reduzir ao máximo luzes desnecessárias e dormir em completo escuro. Isso irá ajuda a regular o ritmo biológico evitando descompassos.

Estão começando a se popularizar, no Brasil, fórmulas homeopáticas e florais, que estão à venda sem prescrição médica. Vá até uma farmácia de manipulação e busque por esse tipo de tratamento. Eles costumam vir com folhetos explicativos. Tais recursos podem ter bons resultados nos distúrbios do sono e ansiedade.

Conheça mais  sobre outros parâmetros da saúde:

Evacuação

Menstruação

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s